Notícias!!

terça-feira, maio 22, 2007

LUXAÇÃO ACRÔMIO -CLAVICULAR

BIOMECÂNICA:
possui de 5º a 10º de mobilidade em cada plano.
esta ADM ocorre nos primeiros 30º e nos últimos 45º de elevação do braço.
A Art. acrômio calvicular contribui para aumentar a ADM final de levação do braço.
A Art. acrômio clavicular apresenta maior mobilidade compensatória em casos de restrição escápulo-umeral.

Classificação das Luxações segundo Rockwood.

grau I- leve estiramento dos ligamentos acrômio-clavicular, sem ruptura, os ligamentos coracoclaviculares estão íntegros.

grau II- Ruptura da acrômio clavicular com diferença >4.0mm (40%), estiramento dos espaço coráco-clavicular preservado ao R-X.
grau III- Ruptura do ligamento acrômio -clavicular e Córaco-clavicular, levação de 25 a 100%.

grau IV-Ruptura do ligamento acrômio-clavicular e Córaco-clavicular, deslocamento posterior da clavicula.
grau V- Ruptura do ligamento acrómio -clavicular e córaco-clavicular, elevação de 100 a 300%.
grau VI- Ruptura do ligamento acrômio-clavicular córaco-clavicular, deslocamento infra coracóide.

veja na fig. 2


Tratamento:

grau I e II- tratamento conservador
imobilização, antiinflamatório e Fisioterapia.
grau IV , V e VI- requerem redução cirúrgica.
grau III- tem indicação de tratamento conservador para pacientes inativos e sedentários.
para trabalhador braçal e esportistas a melhor indicação é cirurgica

Opinião é colaborada por Stephen Copeland, ( inglaterra, 1995)

Estudo realizado no IOT - Rio grande do Sul. 1995
175 pacientes tratados entre 1989 e 1995.

apenas 45 pacientes retornaram para revisão.
cirurgicos 28 e clínico 17, seguimento de 18 meses.

CIRURGICOS:
média 34 anos
masculino 23 , feminino 3 direito 14 esquerdo 14.
mecanismo de trauma : queda 23, acidente 5
Rockwood III (22) e IV (6).
5 cirugiões , 4 tecnicas
Fixação metálica 16,Orofino-stein 10, Vukov 1.
Complicações 10 (35%),exelente: 9(32%)
Bom 12(43%), mAU 2 (25%).

Tratamento CONSERVADOR:
Média 34 anos
masculino 14, feminino 3 direito 5 esquerdo 12
mecanismo do trauma:queda 15, acidente 2
Rockwood grau II (10), III (7)
resultado clínico:
Exelente 12(70%), Bom 5 (29)
resultado radiológico:
normal 3 (17%), sub-luxado: 11 (64%), artrose 3 (17%).

Conclusões do IOT

Tratamento cirurgico trouxe 35% de comlicações e apenas 32 % de exelentes resultados.
Tramanto conservador é mais econômico, mais rápido, levando a melhorres resultados a curto prazo, porém com maus resultados radiológicos (81%) e altações funcionais tardias, necessitando de procedimento cirurgico corretivos.

Tratamento fisioterapêutico segundo VALENZUELLA, cEZAR, FT -Rio grande do Sul.

tipo I
1º dia : gelo, tipoia para conforto por 7 dias.
ativos livres de punbo, cotovelo e dedos.
manter ADM normal e indolor.
pendulares com 2 a 3 dias.

7º a 10º dia: tipói descontínua.
evitar erguer pesos, estiramentos ou choques em atividades esportivas até ADM completa e indolor (02 semanas).

Tipo II
1º dia : gelo e tipóia por 1 a 2 semanas.
7º dia exercícios para ADM indolores
sacar tipóia entre 7º e 14º dias.
evitar esforços por 6 semanas.

Tipo III
1º dia: gelo
analgésicos, antiinflamatórios.
tipóia
Iniciar AVDs leves em 3 a 4 dias
ADM passiva leve em 7 dias.
ADM completa em 2 A 3 semanas.

PÓS OPERATÓRIA

gelo
pendulares tipoia por 2semanas.
evitar elevação do braÇO A 90º ou mais por 6 semanas.
4 a 5 semanas: fortalecimento de manguito rotador e deltóide

6ª a 8ª semanas fortlecimento do trapézio e doserrátil anterior

tempo estimado de reabilitação 10 a 12 semanas.

9 comentários:

Anônimo disse...

eu elevei meu braço por 2 vezes tenho 3 semanas quase 4 de cirurgia o q isso pode me proporcionar?

Matheus disse...

eu tbm quero saber eu comecei minha fisio com 4 semanas e eu tive a luxação grau 3

Matheus disse...

eu tbm quero saber eu comecei minha fisio com 4 semanas e eu tive a luxação grau 3

Anônimo disse...

Matheus,

procure fazer de 12 a 16 semanas de reabilitação, continue os exerc´cios em casa para melhor resultado. lembre-se se não cuidadr bem agora, no futuro poderá ser tarde e ter que submeter-se a cirurgias desnecessárias. Dor no ombro e incapacidade para trabalho são os maiores complicadores. Boa sorte.

Ricardo Sena

Anônimo disse...

boa noite. tive uma luxação acromioclavicular(acc) tipo II, no ombro esq.
tenho uma dúvida quanto a recuperação: Os ligamentos acc se "ligam" novamente, ou apenas outras estrututras substituem suas funções? obrigado.

Ricardo Sena disse...

com a Imobilização no início com tipóia. há sempre um processo cicatricial, entretanto insuficiente em comparação com o estado normal antes do trauma.
o reforço muscular irá compensar esta deficiência melhorando a biomecânica do ombro, graú II é tranquilo e não se preocupe, o Gráu III sim é mais problemático e muito discutido em meios científicos quanto realizar ou não a cirurgia, tudo dependerá do nível de atividade fisica e profissional que realiza o paciente.

Anônimo disse...

<oii meu nome é Iulli eu naum sei o que é minha clavicula ta com a pontinha q liga ate o osso do torax um pouco mais alta q a outra e o osso do toraz tbm mas naum da pra ver so a pontinha um pouco mais alta naum doi nem nada so se eu apertar q doi um pouco mas aquela dor de quando carrega peso
naum sei o q é mas to preocupada
o que pode ser?

Anônimo disse...

Oi!!
Meu nome é Cláudia, e fiz uma luxação acromioclavicular tem 4 semanas. O médico disse que tinha de usar tipóia durante 3 semanas e que depois desse período a dor desapareceria. Porém, agora tenho uma dor no trapézio (lado esquerdo) que irradia para a cervical, bem lá na parte de trás do pescoço do mesmo lado, chega mesmo a causar dor de cabeça!
Isso é normal?

Anônimo disse...

Vou fazer cirurgia depois de amanhã, não sei, mas acho que a minha é de 3 ou 4 grau. Os movimentos ficam completos depois do procedimento? Tenho medo de perder a amplitude, pretendo cncorrer a vaga na polícia, tenho 22 anos.